30 de jul de 2011

The only truth - a única verdade:

Parei por alguns dias nessas férias que o tempo passou rápido demais, mesmo assim não teria mais o que fazer. Eu refleti, pensei, cansei, descansei e também me estressei.
Nem meio tempo, percebi que não me importa o que digam, pensem ou façam...Não é "que nada me atinge" - essa frase clichê que ninguém sabe o seu real significado.
As coisas que me fazem mal, são as coisas que me fazem bem, olhando de certa forma. Ter um blog se torna uma preocupação para alguns, mas não deve ser encarada desta forma. Eu me importo com quem lê, o que eu escrevo - e as vezes não, pois eu que escrevo, e estas pessoas veem por vontade própria, por isso eu agradeço a sua compreensão.
Sendo mais objetiva e clara, eu parei de me importar com tudo, ou qualquer bobagem, e comecei a analisar as verdades da vida.
Cada um faz o que quer fazer, e arca com tudo, querendo ou não.Cada um têm as suas verdades guardadas e as suas magoas; isso independente de uma forma de pensamento.
A verdade é a mesma, para algumas pessoas - e para outras é distinta, e indiscritivel.
Somos quem podemos ser, como diz a música do Engenheiros; por isso acredito que mesmo que digam que estamos errados, não devemos nos preocupar e ficar se angustiando porque o fulano acha isso errado ou certo. Estamos em pleno século 21 e as vezes acredito que estou no ano errado.
Sinceramente não entendo a cabeça de muitas pessoas, as vezes tão próximas a mim que não entendo como posso ser tão diferente na forma de pensar.
É a minha verdade, minha forma de reação, minhas manias e defeitos, são meus e os outros não entendem, porque têm as suas verdades, nuas e cruas.
Vemos corações partidos todos os dias, e somos tão cruéis que dizemos que não existe guerra, mas a guerra que conhecemos é as que têm armas e mortes?
Eu não acredito que as palavras sirvam de consolo, mas as vezes é o melhor a se fazer. As palavras escritas são as melhores, e as não ditas é a única coisa perfeita que pode existir em qualquer lugar. A perfeição é como o infinito, que não quer dizer eterno (entender se o infinito não acaba não quer dizer eternidade); e assim é a única verdade que existe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário