27 de mai de 2011

Nada incomum:

Foto: internet
E na garoá fina que escorria aos meus olhos, o meu pensamento ainda estava longe, no futuro que me esperava. Não consigo descrever o que eu estava sentindo, só sei que aquilo não me incomodava.
Lia um papel antigo, o qual, me intrigava de tal forma, até que as gotas da chuva molharam as minhas mãos e deixaram a minha leitura perplexa.
Parei por alguns instantes e olhei à minha volta.
Vi pessoas distantes de mim, desconhecidas e distintas, aí parei novamente e olhei os olhos delas, os seus olhares temidos, sombrios, com muita frieza e temor.
Nos olhos eu via as suas almas; uma alma ruim, de quem não gostava da vida.
Ao meio de olhares intrigantes, mas de certa forma, rostos belos e singelos, algo muito confuso; até que vi uma daquelas pessoas com um sorriso. Um sorriso de quem agradece, de repente por ter nascido e poder sorrir.
Naquele momento, deparei-me com o mundo que me esperava. Um mundo que eu já conhecia, mas não enchergava a sua vasta inatividade.
Eu estava ali, parada, num meio onde as pessoas não ligam umas para as outras, e o sorriso daquela menina se perdia no meio da multidão.
Um dia eu estarei ali - mas não quero ter aquela olhar frio, quero poder sorrir como aquela menina, que com certeza fez a diferença, total para mim.

Destinos corroídos;



"Não me importo de tentar ajudar as pessoas — se elas não sabem corresponder, é problema delas. Não é por isso que vou virar uma naja." Caio Fernando Abreu

Já tinha comentado que o acaso não existe - ele se transforma.  O acaso vai sempre aquilo que era para acontecer e não acontece, porque não o vemos, o que esperávamos do mundo? Talvez.
Eu também não sei esse tipo de coisa.
A minha vida deu um giro de cento e oitenta graus e se vocês quiserem que eu me situe tão rápido não vai ser fácil. Francamente, eu não sou um gênio, mas não preciso ser considerada um jumento, afinal, voamos de pé no chão - o que desejamos não cai em nossas cabeças do nada - precisamo correr atrás, como sempre - com dignidade e vergonha na cara. Pelo menos que eu saiba, a humildade ainda não foi extinta do mundo.

23 de mai de 2011

Inconstante loucura:

Foto: internet
Na realidade, crua verdade, inconstante loucura, o que importa não são quantas pessoas dão "oi" pra você quando procura-se saber quantos amigos têm, quantas telefonam pra você, nem o que você faz ou deixa de fazer (mesmo assim você continua pensando).
Não é a sua aparência, nem os seus sapatos, nem seus cabelos, nem a cor da sua pele, onde você mora, que esporte você pratica ou o colégio que frequenta.
O importante não são suas notas, nem seu dinheiro, suas roupas ou se passou no vestibular em primeiro lugar (isso é o seu futuro, planejado, sonhado ou desejado).
Na vida, no presente - no agora -  o importante não é ser aceito ou não pelos outros. Na verdade, o importante é quem você ama e quem você fere, é como você se sente em relação a si mesmo, é confiança, a sua felicidade, é ficar do lado dos amigos e substituir o ódio por amor.
Mesmo que erre, inconstantimente vai sofrer, chorar, brigar, se arrepender ou não -quem decide os seus sentimentos, é apenas você - e não a reação deles. O que você sente não é o que transmite. Isso é dstindo, e torna-se insignificante pois, nem todo mundo mostra o que tem por dentro, mas podemos encontrar quem mostre o que não tem. E é o que você diz e o significado das suas palavras. A intenção delas. É gostar das pessoas pelo que elas são e não pelo que têm, fingem ou pretendem ser, isso é o importante.

21 de mai de 2011

Dedicado:

tumblr.
Eu não sei, talvez o porque seja simples: você existir para me trazer a felicidade.
Me mostra a cada instante, por mais que não fale, nem ao menos pense, me diz que me ama; do jeito singelo que me olha.
Eu sei que não é loucura, mas se fosse não importaria se fosse por ti.
Não nos conhecemos há longa data, mas pelos momentos que conversamos, tenho a plena certeza que isso não foi mais uma de nossas coincidencias casuais, ou banais.
Digo-te que meu coração não é o mesmo, ou não será nunca mais o mesmo.
Como Clarice Lispector diz "Sou tantas, que não sei qual sou"; ou "Sou eu mesma, mas com a certeza que não serei sempre", mais ou menos isso.
E hoje posso afirmar-te, que não me importo com o que dizem, julgam, pensam - eu quero ser feliz, como te disse, e acho que encontrei a minha felicidade.
Eu não sei o que tu pensas, não sei o que tu queres, mas mesmo assim sabes que sou tanto tua como tu é meu. Pelo menos concordamos, não somos donos, mas não somos corações vazios.
É, hoje eu sei o quanto eu te amo, te quero, não anseio, mas te desejo.
Como tu bens sabes, não nos importamos com os alheios desconhecidos, pelo fato de que não sabem absolutamente nada, ou que tudo apenas confirmou tremendamente os nossos sentimentos.

Depois que aprendi,

pensar por mim mesmo, nunca mais pensei igual aos outros.
Clarice Lispector


Aprender a se colocar em primeiro lugar não é egoísmo.
Charles Chaplin

19 de mai de 2011

Realidade contra o medo;

Foto: internet


O ser humano é ridicularizado mas deveria se sentir o máximo, a última bolachinha do pacote por poder pensar (ter conhecimento), e poder imaginar (transfigurar o real).
O que me incomoda na verdade, é que subestimam a inteligência das pessoas. E eu não gosto, não me ofendo, mas não gosto de me sentir subestimada, inferiorizada aos demais - no prático - não melhor nem pior que ninguém, mas não igual.
Dificil?
Não, dificil é ter que agunetar pessoas que não sabem separar as coisas; Difícil é fingir viver, e na verdade querer nunca ter nascido. E o pior de todos é saber que você nem vida têm, é um simples ser que não tem conhecimento - sem a vivência, experiência e todos aqueles fatores - mas não distorçam o que eu estou dizendo, no linguajar simples é que: as pessoas vivem como elas querem (isso na cabeça delas) e na "sociedade" atual, as pessoas são marionetes - manipuladas, mal-entendidas e sem opinião própria, o que é mais ridiculo ainda.
Então, quem sabe um dia os seres parem de se portar como tais, e começam a viver as suas próprias vidas?

13 de mai de 2011

Sofreremos...

por motivos que guardamos pra nós mesmos, não falamos pra ninguém, e tentamos ser o mais normal possível, e quando explodirmos, as pessoas ainda nos culpam, mas elas não tem idéia do que a gente já passou (...)
E quando a saudade torná-se uma falta, é necessário, pois nos faz realmente ver o quanto precisamos de alguém, que ao menos te abrace por um instante.
Isso sim é vida, vida original.
Cada ser tem a sua vida, e ainda bem que levamos da vida o que fazemos.
Os nossos erros são fatais e precisos, estragam mas nos mostram quem realmente deve estar ao nosso lado, quem merece. Quem nos ama como somos, sempre amará - o amor não enjoa, o que cansa é a falsidade e a futilidade de pensar que precisamos de alguém, não o primeiro que passa pela nossa frente, mas o único, o último que mostra que vai ficar com você sempre, não importa o que aconteça.
O dia que as pessoas compreenderam a vida, ela não vai mais existir. Afinal, se soubéssemos como amar não erraríamos  não magoaríamos, não choraríamos, não rimos e não se apaixonamos nunca.
Quem ama, ama sempre, mas não consegue amar todos.

11 de mai de 2011

Legião é sempre Legião:

1º de Julho
Eu vejo que aprendi
O quanto te ensinei
E é nos teus braços que ele vai saber
Não há por que voltar
Não penso em te seguir
Não quero mais a tua insensatez
O que fazes sem pensar aprendeste do olhar
E das palavras que guardei pra ti
...
Não penso em me vingar (nã nã nã não)
Não sou assim
A tua insegurança era por mim
Não basta o compromisso
Vale mais o coração
Ninguém sabia e ninguém viu
Que eu estava ao teu lado então
Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher
Sou minha mãe e minha filha,
Minha irmã, minha menina
Mas sou minha, só minha e não de quem quiser
Sou Deus, tua deusa, meu amor
O que fazes por sonhar
É o mundo que virá, pra ti.. para mim...
Vamos descobrir o mundo juntos, baby
Quero aprender com o teu pequeno grande coração
Meu amor, baby.


Uma Outra Estação

Sei que não tenho a força que tens
Se me vejo feliz quase sempre exijo um talvez
Ela mora perto de um vulcão
E meu coração suburbano espera riquezas maiores
...
Gosto quando estou feliz
Gosto quando sorris para mim
Estou longe, longe
Estou em outra estação
Não me digam como devo ser
Gosto do jeito que sou
Quem insiste em julgar os outros
Sempre tem alguma coisa p'ra esconder
Teu corpo alimenta meu espírito
Teu espírito alegra minha mente
Tua mente descansa meu corpo
Teu corpo aceita o meu como a um irmão
Longe longe, estou em outra estação
Todos fazem promessas demais
Temos muito o que aprender
Estou em outra estação.
Estou longe, longe.

Giz
E mesmo sem te ver
Acho até que estou indo bem
Só apareço, por assim dizer
Quando convém aparecer
Ou quando quero

Via Láctea
Quando tudo está perdido
Sempre existe um caminho
Quando tudo está perdido
Sempre existe uma luz...

Se Fiquei Esperando Meu Amor Passar
Se fiquei esperando meu amor passar
Já me basta que então, eu não sabia
Amar e me via perdido e vivendo em erro
Sem querer me machucar de novo
Por culpa do amor
Mas você e eu podemos namorar.
E era simples: ficamos fortes.
Quando se aprende a amar
O mundo passa a ser seu...


Esperando por mim
Acho que você não percebeu
Que o meu sorriso era sincero



Mil Pedaços
Porque me quebraste em mil pedaços.


Pais e Filhos
É preciso amar as pessoas
Como se não houvesse amanhã
Porque se você parar pra pensar
Na verdade não há.


8 de mai de 2011

Mais vida:

Buscar uma nova meta não significa desistir, mas refletir, repensar, aprender a perdoar.
Mas com a consciência que não precisamos mudar para nos amarem, (claro); amam ou odeiam, isso é impossivel de mudar, pensamentos de pessoas convictas não mudam repentinamente, casualmente.
Devemos, sim, amar e perdoar - antes disto saber respeitar, sempre.
Sabe que a cada momento que acho que minha vida pode ser insignificante por instantes, 'abro os meus belos olhos castanhos' para enchergar a vida como os outros - nos seus olhares; os quais desatinam alguém, como se tomassem o seu chão, ou que recebem muito bem; também vemos os irônicos e sempre têm aqueles que respondem "ahaam", mas querem mesmo dizer não.
A vida é bela, fria, crua e ensina apenas para quem quer aprender - como filmes de faroeste- ensinam os mocinhos do modo bom, e mostram aos bandidos que se não aprenderem melhor modo possível, vão sofrer.
Nestes instantes vemos o quanto é bom viver e poder aprdender.
Por mais que "doa" - não arranca pedaço, e trás conhecimento, a forma do saber.

6 de mai de 2011

Qualquer ideia contraditória:

Dispenso qualquer conselho, aposto mesmo é no improvável (por mais que não o faças), no impossivel que sempre é possível, mas mesmo assim acreditando nas minhas ideias e fazendo os meus próprios ideais só vou catalogando cada acerto que o norte comum que tanto procuram, pode estar no erro de se entregar - de querer fazer a coisa certa; não vendo erro nenhum em querer aprimorar a imperfeição de um modo correto - banal, não.

O que te faz feliz?

Felicidade ainda não se compra. Ainda bem.
Mas diga-me o que realmente te faz ser feliz?
Se sabes realmente o que é ser feliz, como sabes o que é amar.
Mudamos a cada instante, enquanto, estamos prestando atenção como o mundo muda - nós mudamos muito mais, rápido, simples mudança que não percebemos a sua real importância.
E o que a felicidade têm a ver com a mudança?
A felicidade está em um simples gesto, em um olhar, nas nossas manias de mudanças repentinas, no nosso amor próprio e amor dividido entre todos e tudo.
Mesmo sem saber o que é amar, senti-se amado, mesmo sem saber o que é ser feliz, se sente feliz por completo?
Felicidade não é saber fingir que está tudo bem, quando esta com vontade de se derreter em lágrimas.
É saber mudar conforme a sua escolha, não magoar, respeitar e aprender a amar, compartilhar momentos que podem sim ser eternos(como é a felicidade).
Por mais que saibamos que nada é livremente eterno, os momentos ainda são, pois, são como fotrografias antigas que não tem como apagar, apenas recordações, lembranças do passado (literalmente), mas podem ser destruídas e esquecidas pela fato de nossas mudanças afetarem o ciclo da felicidade.


4 de mai de 2011

A total diferença:

É, francamente a vida nos ensina mais do que poderia(dever).
No papel da sociedade (vida em  sociedade) deve-se agradecer por poder sair na rua de noite, ou pegar um chimarrão para ir em algum lugar com ar livre, nada abafado, um lugar como nada, como liberdade.
Exatamente ao contrário o que vemos na televisão (libertinagem), falta de consciência e caráter, o verdadeiro abuso da liberdade.
Digamos que a "mídia" é o principal fator de tudo - bom ou ruim - bom porque informa, querendo ou não transmite de tudo, e o ruim, o péssimo que é uma lastima total é que além de influenciar quem não tem caráter, também transforma e distorce o que poderia ser bom.
O pensamento é livre, a forma é relativa.
E é isso que torna uma pessoa diferente das outras, a mentalidade - maturidade.
Certamente precisamos de jovens pensadores e não influênciaveis.

3 de mai de 2011

Sempre:

Seria mais fácil se as coisas nesta vida fossem como gostariamos que fossem.
Coragem é levantar da cama todo dia, mesmo sabendo que seria  melhor ficar ali.
Como li em um livro de Augusto Cury:
"Enquanto algumas pessoas se calam, outras falam até o que não sabem."
As vezes ficar calado não significa que não queira se manifestar, ou que você não tem boca, afinal 'quem tem boca vai à Roma', mas acho que é quem tem opinião.
Algo banal, comum, despercibido e mal incompreendido por nós humanos, é quando vamos dormir, deitamos na cama, colocamos a cabeça no travesseiro e começamos a pensar em um milhão de coisas que nós gostaríamos que acotecessem em nossas vidas. E por mais que saibamos que nada mudará, a criatividade e a imaginação tomam conta de nossa mente, perplexamente.
Isso é ser feliz.
Por isso digo, planeje mas não espere nada.
Absolutamente mesmo que seja involuntariamente, nada - da vida, das coisas, de ninguém, nem de si mesmo - depois irá se agradecer por não ter que se decepicionar.

Detalhes nada casuais:

Como o tempo é um bom remédio, mas parece ser algo tão imprevisivel e sombrio quando o falamos, e não pensamos a justa causa(verdade).
Disse alguns tempos atrás que não existia amor, e não gosto de me contra dizer. Mesmo assim, não o fazendo e nem desmeresendo do mais singelo sentimento humano, o causador de tudo.
Realmente, afirmo o porquê encontrei o amor.
Amando a vida é bem mais fácil encontar amor em algo, em uma pessoa ou em alguma coisa comum, banal.
Amo-te a cada instante, pelo fato de que dizer como te amar não significa nada, falar não é o batsante.
Nada demosntra os sentidos da palavra, ou melhor, desta palavra Amor, que enfatizada assim jamais poderá ser deescrevida realmente.