13 de mai de 2011

Sofreremos...

por motivos que guardamos pra nós mesmos, não falamos pra ninguém, e tentamos ser o mais normal possível, e quando explodirmos, as pessoas ainda nos culpam, mas elas não tem idéia do que a gente já passou (...)
E quando a saudade torná-se uma falta, é necessário, pois nos faz realmente ver o quanto precisamos de alguém, que ao menos te abrace por um instante.
Isso sim é vida, vida original.
Cada ser tem a sua vida, e ainda bem que levamos da vida o que fazemos.
Os nossos erros são fatais e precisos, estragam mas nos mostram quem realmente deve estar ao nosso lado, quem merece. Quem nos ama como somos, sempre amará - o amor não enjoa, o que cansa é a falsidade e a futilidade de pensar que precisamos de alguém, não o primeiro que passa pela nossa frente, mas o único, o último que mostra que vai ficar com você sempre, não importa o que aconteça.
O dia que as pessoas compreenderam a vida, ela não vai mais existir. Afinal, se soubéssemos como amar não erraríamos  não magoaríamos, não choraríamos, não rimos e não se apaixonamos nunca.
Quem ama, ama sempre, mas não consegue amar todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário