24 de fev de 2011

As ovelhas

Uma simples observação:
Não preciso ser quem manda nas ovelhas,
não preciso ser a dona, nem o caminho do destino,
das ovelhas da vida;

eu não sou nem o pastor delas,
mas no entanto, nem um pouco igual a elas,

eu sempre serei, como eu quiser,
como quem quiser que eu seja,
se me ame, do modo que eu sempre sou,

porque eu sou, e vou ser pra sempre,
bem diferente, que qualquer uma delas,
isso pode ser besteira, mas as aparências as vezes confundem.
e se enganam; mas as ovelhas não se importam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário