10 de mar de 2011

De repente sou aquela:

Senhorita certinha, sonhadora, inconstante, emotiva, sensível, intuitiva e teimosamente realista. Tenho uma doce calma que convive com a minha indignação. Sou completamente lúcida com os meus momentos de loucura. Sou totalmente decidida, mas em alguns momentos eu não tenho certeza disso.Tenho uma incrível inteligência que ultrapassa todas as minhas dificuldades. Tenho uma excelente memória que lembra de muitas coisas que não preferem lembrar. Gosto do amargo, mas não resisto ao doce. Sofro antecipadamente e intensamente, mas supero depois de dois dias. Amo e odeio. Choro no mesmo momento que acho graça. Sou uma garota que gosta de ficar sozinha sem ser anti-social. Sou uma pessoa que pensa por si só mas que considera a opinião alheia nas situações. Sou seletiva e dizem que sou simpática, também sou clara e sincera demais. Posso ser a música e ouvinte. Sou leitora ou escritora. Sou uma antítese. Poderia ser um verbo. Tenho várias hipérboles. Adoro uma ironia, com uma boa educação. Mas mesmo assim, gostaria de ser mais um substantivo com vários adjetivos. Afinal, eu não sou um idioma; Eu sou só mais uma imperfeita humana.

Um comentário:

  1. Leonardo Stacowski12 de março de 2011 20:04

    Gostaria de dizer somente uma coisa sobre este teu post : As vezes conhecemos Muitas pessoas, de várias Características, mas não as conhecemos como realmente deveriamos conhecer, e neste aspecto me defino muito. Por este motivo que eu me desculpo por não ter te conhecido à muito tempo atrás, porque tu realmente mudou minhas maneiras de entender e ver várias coisas nessa vida desgraçada.
    * Do Cara Descabelado

    ResponderExcluir